Textos


Círculos, Fases e Quartos

Livra-te das rendas
que te encobrem.
Renuncia à delicadeza das nuvens que te envolvem.
Ó lua que te fazes de tonta e
passeia por entre círculos, ciclos  e quartos,
expõe-te nua de chuvas e tormentas,
acolhe o verso inquieto do poeta
estremecido em ansiedades,
Quem sabe,
ao amanhecer,
o poema flutuará nos braços d’algum leitor desavisado.
 
Rogoldoni
15 01 2017

 
rosangelaSgoldoni
Enviado por rosangelaSgoldoni em 19/01/2017
Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários


Imagem de cabeçalho: raneko/flickr