Textos


Poema Inerte

O verso brinca de esconde-esconde
na tela do computador.
Tento descobri-lo nas pautas de um caderno que repousa ao lado.
Nada de novo nos recantos da inspiração.
Será que tudo já foi dito e sentido?
Emoções esgotadas?
Pobre poeta que reflete no olhar a tristeza do poema inerte.
 
Rogoldoni
22 06 2017


 
rosangelaSgoldoni
Enviado por rosangelaSgoldoni em 30/06/2017
Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários


Imagem de cabeçalho: raneko/flickr