Textos


Anos Quase Dourados

Contam que os dias eram assim.
Eu os vivi e disso bem sei.
Namorado no portão,
um amasso no cinema,
“corridas de submarino”.
Depois das vinte e três, nem pensar:
entrar e deitar no sofá!
Bailinhos na varanda embalados a Cuba Libre.
Guitarras.
Rock, bossa nova, jovem guarda, tropicália,
festival!
Biquíni e minissaia.
Ninguém confiava em “ninguém com mais de trinta anos” (*1)
A banda passou...
 
Apesar da ingenuidade que se perdia
alguns percebiam os gritos ecoados dos porões.
Mas isso é uma outra História que
“não cabe neste poema”. (*2)
 
(*1) Compositor: Marcos Valle & Paulo Sergio Valle
(*2) Não há vagas Ferreira Gullar
 
Rogoldoni
09 07 2017

 
rosangelaSgoldoni
Enviado por rosangelaSgoldoni em 10/07/2017
Alterado em 10/07/2017
Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários


Imagem de cabeçalho: raneko/flickr