Textos


Natureza Pranteada

Ouço o crepitar dos galhos.
Uma língua de fogo escorre por entre o verde.
A mata em chamas pede socorro.
Choram árvores,
fauna e
flora,
o humano assistente.
Chama devoradora
num piscar de ventos.
A nuvem passa, ao longe, distraída.
Foram-se as esperanças do dia!
O lamento das seriemas ecoou num vazio de penas.*
Os amantes da natureza aguardam ansiosos
por um chuvisco salvador.
Calor que devasta!
 
Rogoldoni
12 10 2017


* segundo a crença polular, o canto da seriema anuncia a chuva.
rosangelaSgoldoni
Enviado por rosangelaSgoldoni em 23/10/2017
Alterado em 23/10/2017
Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários


Imagem de cabeçalho: raneko/flickr