Textos


Renovando meus Pedidos a Papai Noel

Querido Papai Noel,
volto a escrever-te com o mesmo entusiasmo da infância.
Apesar da sucessão de estações, ainda moram alguns sonhos dentro de mim.
Aviso (será preciso?) que não sou tão inocente quanto a menina que pensava na impossibilidade do presente porque na sua casa não havia uma chaminé. 
A tristeza fazia-me companhia mas não me zangava.
É certo que guardo alguns sonhos e agradeceria que fossem, dentro do seu possível, realizados.
Na impossibilidade, reenvie minha correspondência registrada ao Sr. Jesus.
 Necessários e urgentes são:
- o respeito, por princípio, em todos os reinos da natureza;
- o essencial em saúde, educação, segurança, lazer, moradia, alimentos, trabalho a todos os habitantes do planeta;
- a todas as casas, sem exceção, uma chaminé imaginária para que as crianças sejam contempladas com sua presença no Natal e,
por último,
a solidariedade entre os povos e suas religiões, políticas e decisões no trato do bem comum.

Assinado:
A menina, hoje senhora, que reaprendeu a sonhar.
 
rosangelaSgoldoni
10 12 2019

 
rosangelaSgoldoni
Enviado por rosangelaSgoldoni em 11/12/2019
Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários


Imagem de cabeçalho: raneko/flickr